Os surdos e o direito à literatura – diálogos e entraves.

Home Fóruns Os surdos e o direito à literatura – diálogos e entraves. Os surdos e o direito à literatura – diálogos e entraves.

Visualizando 11 posts - 1 até 11 (de 11 do total)
  • Autor
    Posts
  • #25446

    Olá! Neste fórum nossas questões serão: Os alunos surdos devem ter contato com a literatura durante a educação básica? Por quê? Quais cuidados básicos deveríamos ter?
    “A Língua Brasileira de Sinais – Libras e a Língua Portuguesa são as línguas que permeiam a educação de surdos e se situam politicamente enquanto direito. A aquisição dos conhecimentos em língua de sinais é uma das formas de garantir a aquisição da leitura e escrita da língua portuguesa pela criança surda. O ensino da língua de sinais e o ensino de português, de forma consciente, é um modo de promover o processo educativo.” (Ensino de Língua Portuguesa para Surdos)
    “A literatura aparece claramente como manifestação universal de todos os homens em todos os tempos. Não há homem que possa viver sem ela. Isto é, sem a possibilidade de entrar em contato com alguma espécie de fabulação. (…) A criação ficcional, que é a mola da literatura em todos os seus níveis ou modalidades, está presente em cada um de nós, analfabeto ou erudito, como anedota, causo, história em quadrinhos, noticiário policial, canção popular, moda de viola (…), até a atenção fixada na novela ou a leitura de um romance.
    (O Direito à Literatura)

    #25567

    Sim. Todos possuem direitos igualmente ofertados às pessoas ouvintes.

    #25577

    Sim para todas as perguntas. No entanto, acho que é interessante perguntar como isso pode ser proporcionado na educação básica? fui professora e intérprete em quase todas as séries/anos do fundamental e médio, educação infantil até chegar ao ensino superior. E em todas as etapas vi professores não leitores, não incentivadores. É muito complexo pensar todas as questões que envolvem a educação e quando tem alunos surdos é bem pior. Eu sou contra a escola inclusiva, que de inclusiva não tem nada. Sou a favor das escolas bilíngues para os surdos. Mas… só pensando mesmo como é complexo falar sobre direitos no atual momento (no passado era pior, talvez…). Práticas como essa dão esperança de ver/ter mudanças…

    #25583

    Sim, os surdos devem ser inseridos no contexto de letramento que perpassa a leitura e a escrita, que seria o letramento escolar, para ter possibilidades de se constituir como sujeito letrado de forma mais abrangente, que seria o letramento social. As experiências e o contato com a literatura proporcionam um conhecimento rico e isso deve ser vivenciado pelo aluno surdo, tendo o professor como facilitador desse processo, com estratégias adequadas a essa especificidade.

    #25585

    Thaisy, concordo com as demandas que você expõe. São professores leitores, escolhem atividades adequadas ao aluno surdo, como esse aluno se comunica, sabe língua de sinais?, etc. Não é só no Brasil, como em Portugal também, há uma preocupação com a língua de sinais oferecida aos surdos nas escolas bilíngues, a proficiência do corpo escolar. Além disso, aos poucos, vamos tentando perceber a importância da literatura surda e, mesmo, dos artefatos culturais produzidos pelos surdos. Acredito que temos avanços por meio das pesquisas acadêmicas e formação dos docentes, sobretudo, surdos. Entretanto, na BNCC (Base Nacional Comum Curricular), por exemplo, não encontrei orientações específicas sobre artes surdas e cultura surda.

    #25586

    Isso aí, Djanes e Carmelinda! É sobre como podemos fazer esse trabalho com os alunos surdos que vamos discutir! Vamos pensar em nosso painel de leituras que nos formaram para começar a abordar o trabalho com a literatura! Agradeço a contribuição de vocês!

    #25589

    boa noite,
    O surdo precisa ter contato sim com a literatura surda, mas da maneira correta, fazendo a adaptação da língua portuguesa para a Lingua de Sinais – Libras. este cuidado é preciso para que o surdo consiga entender e aprender a Lingua de sinais e o Português como segunda Lingua.
    O surdo ter este contato ´e muito importante para ele participar da Língua e conseguir imaginar como é maravilhoso o mundo da literatura.

    #25597

    A minha resposta é sim, para todas as perguntas acima. É direito sim do surdo ter contato com a literatura, importante dizer que as adaptações tem que serem feitas com muito cuidado e atenção da Língua Portuguesa para a Libras, existe também a Literatura Surda, que ainda é pouco conhecida até mesmo pelos próprios surdos, por isso é imprescindível que o professor conheça Libras, para que possa conseguir adaptar tudo de forma correta, cautelosa e incentivadora ao aluno surdo, pois como educadores devemos sempre dar esse apoio e incentivo aos nossos alunos,não só para eles buscarem mais, mas como também se desenvolverem até mesmo como escritores ou poetas.

    #25611

    Alessandra, em Portugal tem a pesquisadora Marta Morgado, queria muito os livros dela 🙂

    #25612

    Oi, Thaisy, eu coloque “Sou Asas”, da Marta Morgado em nossa biblioteca. O livro está lá em PDF. Ainda tenho mais dois livros. Vou falar sobre eles na sexta, daí se você tiver interesse, tento uma versão em PDF para você também. Vou ver se tenho a “Turma do Jacob”, que é um livro didático de ensino LP.

    #25631

    A minha resposta é sim; pois o surdo precisa de um espaço para adquirir o português como sua segunda língua na modalidade escrita, sendo que, o surdo que não dominar a Língua de Sinais, que é a sua língua materna, será um entrave para ele aprender o português; desta forma, muitos pesquisadores comprovam que o surdo deverá ter conhecimento, ou seja, fluente na Língua de Sinais para assim poder adquirir o português e isso ajudará no desenvolvimento.

Visualizando 11 posts - 1 até 11 (de 11 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.